Volkswagen: Reparações agravam emissões

0

Cerca de 11 milhões de automóveis a gasóleo do grupo Volkswagen foram sujeitos a reparações, no decorrer do escândalo de emissões. No entanto, a Deco alerta para o facto de o processo de reparação ter agravado ainda mais as emissões de óxido de azoto (Nox), suportando-se num estudo da associação italiana de consumidores Altroconsumo.

Esta associação esteve a realizar testes nos veículos já reparados pelo grupo Volkswagen. A Deco revela agora as principais conclusões deste estudo “A única alteração detetada em laboratório, para os valores das emissões de óxido de azoto (NOX), é o seu aumento em mais de 13% relativamente aos valores medidos antes da intervenção realizada nas oficinas da marca alemã. Ou seja, o problema inicial não é de forma alguma corrigido. Pelo contrário, agrava-se”.

Segundo a Deco, exige-se que a Volkswagen esclareça “os consumidores relativamente à finalidade da sua intervenção”.

O estudo da associação italiana coloca em causa a autorização dada pela entidade responsável pela homologação de automóveis na Alemanha, a KBA.

Por: Diogo Ferreira Nunes | Fonte: Dinheiro Vivo (adaptado)

Faça frente ao encarecimento do serviço da sua frota de pesados com soluções que potenciam a poupança.

Share.
Saiba mais sobre:   Atualidade

Leave A Reply