Vendas de automóveis na Europa ascenderam a quase 1 milhão no primeiro mês de 2015

0

A confiança dos consumidores europeus está a crescer e a procura de carro novo também. É pelo menos essa a conclusão a tirar face ao aumento da compra de veículos logo no início deste ano. As contas estão feitas e janeiro fechou com um total de 999.157 novas matrículas, um valor superior ao período homólogo de 2014, mas não só… Embora sendo o mês inaugural do ano, janeiro superou também as vendas de novembro e as de dezembro de 2014. O mercado português acompanhou a tendência de crescimento face a janeiro do ano passado, a par dos de outros países da Europa do Sul, que inclusive se posicionam entre os que mais cresceram.

O parque automóvel europeu cresceu de forma pujante no início deste ano Em janeiro de 2015, as matrículas de veículos de passageiros novos no espaço europeu registaram um crescimento de 6,7% face ao período homólogo do ano anterior, atingindo quase 1 milhão de unidades vendidas.

As vendas no primeiro mês de 2015 foram igualmente superiores às verificadas em novembro e dezembro de 2014.

Das 999.157 matrículas, os mercados com maior procura foram Espanha (+ 27,5%) e Itália (+ 10,9%), seguido do Reino Unido (+ 6,7%), França (+ 6,2%) e Alemanha (+ 2,6%).

Portugal apresentou um crescimento de 28% do mercado de ligeiros de passageiros em janeiro (igualmente face ao mesmo mês do ano anterior), registando 11,852 viaturas novas.

O crescimento substancial registado nos novos estados membros da UE (+ 4,6%) contribuiu também significativamente para este resultado positivo em todo o espaço europeu.

 

VW mantém liderança

O grupo alemão VW, no conjunto das marcas, mantém a liderança com 254,699 vendidas. Mais do dobro do resultado dos franceses da PSA (107,808 unidades) e quase três vezes mais do que o grupo Renault (95,315 unidades), que encerra o TOP 3 dos construtores automóveis com maiores vendas em janeiro de 2015.

A meio da tabela destaca-se a boa performance da BMW e do grupo Daimler. O primeiro com um crescimento de 8,6%, o segundo com um aumento de 15% nas vendas europeias. Interessante é constatar que parte do aumento ficou a dever-se às duas marcas satélite dos respetivos grupos, nomeadamente a Mini e a smart.

A Nissan (+36%) e a Mitsubishi (+101,5%) também subiram de modo expressivo. Em sentido contrário continua a Honda, a descer 5,8%, mas com perspetivas de inverter esta tendência graças à renovação do CR-V, o lançamento do novo Jazz e o (re)lançamento do HR-V. A acompanhar nas descidas está também o grupo GM. Embora as vendas das marcas Opel / Vauxall tenham aumentado quase 16%, o grupo está a ressentir-se, na comparação homóloga, com o  desaparecimento da Chevrolet dos mercados europeus.

Fonte: Fleet Magazine

Tem um carro novo que quer proteger? Busque as melhores soluções de localização por GPS, disponíveis em mais de vinte países europeus.

Share.
Saiba mais sobre:   Atualidade, História e Evolução

Leave A Reply