Sete Estratégias para poupar na Factura dos Combustíveis

0

Pequenos gestos do dia-a-dia podem ajudar a poupar alguns euros na altura de encher o depósito de combustível.

Existem alguns truques que podem ajudar as pessoas a poupar alguns euros com os encargos do gasóleo e gasolina. Estar atento à evolução dos preços praticados pelas diferentes petrolíferas e postos, aproveitar os descontos e aumentar a eficiência da utilização do carro de forma a fazer baixar o consumo de combustível e alargar o intervalo de tempo entre as idas ao posto de combustível, são algumas dessas estratégias.

1. Aproveitar descontos: As petrolíferas fazem parcerias que possibilitam aos clientes obter descontos na factura dos combustíveis. A Galp, por exemplo, tem uma parceria com o Continente. Quem fizer compras nesta cadeia de hipermercados de valor superior a 30 euros recebe um vale de desconto de 5 cêntimos. Um desconto que até pode ser acumulado a 6 cêntimos que são oferecidos pela Galp nos abastecimentos efectuados no terceiro Domingo de cada mês, alargando 11 cêntimos o desconto em cada litro de gasolina. Já a BP tem uma parceria com o LIDL em que, por cada 15 euros de compras efectuadas nas lojas, todos os cliente obtêm um vale de desconto de até 6 cêntimos por litro de combustível. Também na Repsol é possível conseguir alguns descontos. Por exemplo, quem tiver o cartão Montepio Repsol beneficia de um desconto imediato de 6 cêntimos por litro no abastecimento de combustíveis em postos da Repsol. Aliás, nos cartões de crédito é possível beneficiar de vantagens no abastecimento de combustíveis. Por exemplo, o cartão CaixaDrive da CGD permite aos titulares um reembolso de 3% do valor dos abastecimentos em postos Repsol na conta-cartão. Já o Santander tem o cartão 10.10 TSi, que permite um ‘cash back’ de 10% dos pagamentos efectuados no abastecimento de combustível.

2. Partilhar o carro: Uma forma de reduzir os gastos com combustível nas deslocações diárias para o trabalho pode passar pela partilha do carro com outros colegas que morem na mesma zona. Existem também algumas plataformas na internet de ‘car pooling’ ou de ‘carsharing’ para permitirem que várias pessoas partilhem o mesmo automóvel. Em sites como o www.carpool.com.pt/ ou www.deboleia.com é possível encontrar parceiros compatíveis com o seu trajecto e estabelecer um acordo de partilha da viatura e dos gastos. O mesmo espírito está presente na iniciativa Galpshare. Os interessados poderão aderir a esta ideia através do site www.energiapositiva.pt.

3. Abastecer de marcas brancas: Apesar do actual elevado nível de preços dos combustíveis, estes podem diferir consideravelmente consoante os postos. Por exemplo, dentro do distrito de Lisboa, é possível encontrar diferenciais de preços de cerca de 20 cêntimos, por litro, tanto para o caso da gasolina como do gasóleo. Num depósito de 60 litros, isto equivale a uma poupança de aproximadamente de 12 euros. Na generalidade das situações, os postos que distribuem combustíveis de marcas brancas tendem a praticar preços mais em conta. Habitualmente, estes postos localizam-se na periferia junto às cadeias de hipermercados. Mas existem excepções. No final de 2011, abriu no centro da cidade de Lisboa o primeiro posto de abastecimento ‘low cost’. Pertencente à Rede Energia, localiza-se junto ao Campo Grande e promete descontos de, pelo menos, 10 cêntimos por litro face aos preços das gasolineiras de marca (veja texto da página anterior).

4. Evitar abastecer nas auto-estradas: Se necessitar de abastecer o carro de combustível evite fazê-lo nas áreas de serviço das auto-estradas. Se for analisar os preços praticados na gasolina e no gasóleo, facilmente irá comprovar que no ‘ranking’ de postos de abastecimento mais caros estão sempre os postos de abastecimento localizados ao longo das auto-estradas.

5. Condução racional: Os especialistas dizem que uma condução estável, sem arranques bruscos e travagens a fundo pode resultar numa poupança de gasolina. Para tal aconselha-se que os condutores façam a transição para uma mudança superior o mais cedo possível. Manter uma velocidade constante e evitar acelerações exageradas também ajuda a gastar menos combustível. Deixe também a utilização do ar condicionado para as situações mais extremas.

6. Manutenção em dia: Essencial para evitar que o consumo de combustível aumente é ter a manutenção do carro em dia. Verifique se a direcção está alinhada ou não, se os filtros de ar estão sujos ou se os pneus estão com a pressão correcta. Segundo a Agência Internacional de Energia, os pneus com pressão inferior à recomendada levam a um aumento do consumo acrescido de combustível que pode ir até 4%.

7. Utilizar o carro apenas quando necessário: Não faça viagens de carro quando a distância não o justifique. Sempre que possível prefira andar a pé ou de bicicleta. Para além de poupar nos combustíveis também estará a ajudar o ambiente ou mesmo a sua saúde.

Fonte: Económico

Share.
Saiba mais sobre:   Combustíveis, História e Evolução

Leave A Reply

 

Privacy Preference Center

Estritamente Necessário

Cookies necessários para o correcto funcionamento do site.

GDPR, __stid, __unam, PHPSESSID, __cfduid

Análise Anónima

Estes cookies permitem-nos contabilizar visitas e fontes de tráfego para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Esta é uma ferramenta bastante útil, já que nos ajuda a conhecer as páginas com maior e menor popularidade, assim como a forma como os visitantes utilizam o site.

_ga, _gid, __sharethis_cookie_test__, popupally-cookie-1

Close your account?

Your account will be closed and all data will be permanently deleted and cannot be recovered. Are you sure?