SCUT: três horas e meia para fazer 130 km

0

O Bloco de Esquerda (BE) promoveu esta segunda-feira uma viagem de automóvel entre Mangualde e Aveiro usando a Estrada Nacional 16, para demonstrar que não existem alternativas à A25, uma das SCUT onde o Governo pretende colocar portagens.

A caravana bloquista demorou cerca de três horas e meia para percorrer os quase 130 quilómetros, a uma média de 50/60 quilómetros por hora, quando pela auto estrada o mesmo percurso demoraria pouco mais de uma hora, disse à Lusa o deputado do Bloco, Pedro Soares.

A viagem teve início na fábrica da Peugeot/Citroen, em Mangualde, onde os bloquistas dizem existir muitos trabalhadores que utilizam diariamente a A25.

«Se estes trabalhadores não quiserem ter um corte sério nos seus rendimentos vão ter de começar a usar a EN16», adiantou Pedro Soares, para quem esta estrada «não tem quaisquer condições de mobilidade minimamente aceitáveis nos dias de hoje».

«O traçado é mais do que centenário, a estrada é muito sinuosa, está em muito mau estado de degradação e não tem qualquer capacidade de aumento de carga», justificou o deputado do Bloco.

Pedro Soares realça que a partir do momento em que houver portagens na A25 e que algum trânsito se desloque para a EN16, esta via «fica completamente incomportável».

«Isto traz problemas de mobilidade, de segurança e até de qualidade de vida das populações que vivem ao longo daquela estrada», afirma Pedro Soares, defendendo que é «perfeitamente irrazoável» colocar portagens na A25.

Numa nota que foi distribuída ao longo do percurso, os bloquistas dizem que se está perante um «retrocesso civilizacional» e afirmam que o partido continuará a colocar esta medida em causa no Parlamento, Assembleias Municipais e na luta social.

Os partidos PS e PSD chegaram na sexta-feira a acordo de princípio sobre as portagens nas SCUT (auto estradas sem custo para os utilizadores) e têm uma semana para acertar posições sobre os concelhos que estarão isentos ou terão descontos no pagamento de portagens.

in Diário IOL

Share.
Saiba mais sobre:   Atualidade

Leave A Reply