Renting já representa um sexto dos automóveis que circulam nas estradas portuguesas

0

O Aluguer Operacional de Veículos, ou renting, está mesmo entre as modalidades de compra de carro que mais se vem afirmando junto dos consumidores portugueses. O ano 2014, durante o qual o setor automóvel registou um crescimento de 36,1%, espelha bem esta realidade, com o renting a representar um sexto dos veículos adquiridos, ultrapassando modalidades como o leasing. No total foram mais de 26.000 as viaturas contratualizadas em Portugal com recurso a esta forma de aluguer de média e longa duração, um número que equivale a um crescimento de 34,9% face a 2013.

A Associação Portuguesa de Leasing, Factoring e Renting revelou um forte crescimento do financiamento especializado durante o ano passado. O renting destacou-se ao registar uma taxa de penetração acima de antes da crise.

As vendas de automóveis registaram um forte crescimento no ano passado, período marcado pelos primeiros sinais positivos na economia nacional. Grande parte desses veículos foi adquirida com financiamento, sendo que segundo a Associação Portuguesa de Leasing, Factoring e Renting (ALF), o renting foi responsável por pôr na estrada um em cada seis novos carros, mais do que o leasing.

“O renting terminou 2014 com um crescimento muito significativo, registando um total de 26.377 viaturas novas adquiridas, mais 34,9% em relação ao final de 2013 e com uma produção total de 480 milhões de euros, o que significou um crescimento de 31,1%”, refere a ALF. Este número significa que “15,6% de todas as viaturas ligeiras novas vendidas em Portugal durante 2014, foram adquiridas através de renting”, remata, em comunicado.

De acordo com António Oliveira Martins, vice-presidente da ALF com o pelouro do Renting, este produto “apresentou uma quota de mercado muito relevante das vendas de automóveis novos e que permanece superior à verificada antes da crise, o que demonstra bem as vantagens e o valor-acrescentado que a solução renting aporta aos seus utilizadores”. Um em cada seis automóveis foi obtido com o renting, mais do que o registado com leasing.

“O leasing financiou 23.725 viaturas ligeiras no valor de 463 milhões de euros”, refere a ALF, sublinhando a importância do setor automóvel para o crescimento deste financiamento especializado. “O leasing registou um crescimento de 24,2% quando comparado com 2013, com um apoio ao investimento total no valor de 1,691 mil milhões de euros”.

“Para este resultado positivo em muito contribuiu o leasing mobiliário, com um crescimento do valor dos contratos de 22% em relação a 2013, destacando-se os segmentos de viaturas ligeiras (+50,9%) e pesadas (+10,3%). O setor dos equipamentos acompanhou igualmente a tendência de crescimento (+5,5%)”, acrescenta o comunicado. O leasing imobiliário registou um crescimento de 22,9%.

Por: Paulo Moutinho | Fonte: Jornal de Negócios

Share.
Saiba mais sobre:   Renting

Leave A Reply