PSD quer nova proposta para as SCUT

0

Relvas quer que Governo apresente amanhã novo regime de cobrança.

Os social-democratas aguardam para amanhã nova proposta do PS sobre introdução de portagens nas auto-estradas sem custos para o utilizador (SCUT), que contemple um regime de cobrança “simples”. A expectativa é remetida para o dia em que a comissão das Obras Públicas deverá votar o calendário da cobrança de portagens na véspera das férias parlamentares, que se iniciam quinta-feira. O impasse no dossier das SCUT poderá forçar o Governo a adiar a aplicação de taxas nas SCUT da Costa da Prata, Grande Porto e Norte Litoral, para depois do Verão.

“Espero que o Governo apresente publicamente as propostas que tenha e que estas tenham o princípio da universalidade e um processo simples de cobrança”, disse ao Diário Económico Miguel Relvas. O dirigente do PSD volta a reiterar que “as negociações da introdução de portagens nas SCUT são para ser feitas no Parlamento, cabendo ao PS apresentar as suas propostas na Comissão das Obras Públicas”.

Em cima da mesa estão, neste momento, duas propostas de alteração ao decreto-lei do Governo que instituiu portagens em três das sete SCUT: uma do PS que prevê 1 de Agosto para início da cobrança de portagens nestas auto-estradas. E outra do PSD que aponta o início da cobrança 30 dias depois da entrada em vigor do decreto-lei do Governo que consagra portagens nas restantes quatro SCUT, com critérios que garantam a “aplicação de medidas de equidade ou de discriminação positiva”, ainda antes de começar a portajar as SCUT.

in Diário Económico

Share.
Saiba mais sobre:   Atualidade

Leave A Reply