Preços dos combustíveis registarão fortes subidas na próxima semana

0

O Jornal de Negócios fez as contas e nós deixamos o conselho: abasteça os seus veículos até domingo, pois é expectável que os preços da gasolina e do gasóleo nos postos de abastecimento registem novas subidas, desta feita na ordem dos 3 cêntimos por litro.

Depois de semanas marcadas por quedas, os preços de venda da gasolina e do gasóleo vão aumentar. Há subidas expressivas, explicadas em parte pela forte descida da moeda única europeia.

Se precisa de combustível, o melhor será atestar durante o fim-de-semana. É que no arranque da próxima semana os preços vão ser revistos em alta, tendo em conta a evolução nos mercados internacionais, mas também a descida acentuada da moeda única europeia. Tanto a gasolina como o gasóleo vão ficar mais caros, podendo registar-se subidas em torno dos três cêntimos por litro.

Na semana que agora termina os preços do petróleo até caíram, reflectindo o crescimento dos inventários da matéria-prima nos EUA. O Brent recuou de 49,56 para 48,28 dólares. Esta descida não foi, contudo, seguida pelos derivados. Tanto a gasolina como o gasóleo ficaram mais caros. O preço médio da tonelada métrica subiu em 7,5% e 5%, respectivamente, em dólares.

Em euros, tendo em conta a queda da divisa, a subida foi ainda mais expressiva. Com Mario Draghi, presidente do BCE, a reiterar a possibilidade de avançar com mais estímulos na Zona Euro ao mesmo tempo que Janet Yellen, a presidente da Fed, sinalizou a subida de juros, a moeda única caiu de 1,10 para 1,0867 dólares. Já convertidos para euros, a gasolina subiu 8,6% e o gasóleo aumentou em 6%.

Estas variações expressivas vão traduzir-se em aumentos também acentuados dos preços de ambos nos postos de abastecimento nacionais. De acordo com os cálculos do Negócios, a gasolina tem margem para ficar cerca de três cêntimos mais cara, com o preço médio (considerando o valor do produto simples publicado pela DGEG) a poder agravar-se de 1,339 para 1,369 euros.

No caso do gasóleo a margem para a subida é ligeiramente inferior, ainda assim deverá registar-se um aumento até 2,5 cêntimos por litro. O diesel está a ser vendido, em média, a 1,122 euros, sendo que ainda existem postos que têm este combustível a um preço inferior a um euro. O Intermarché da Golegã e de Arganil cobram 0,999 euros por cada litro de gasóleo.

Por: Paulo Moutinho | Fonte: Jornal de Negócios | Fonte (imagem): Freeimages.com / Michael Lorenzo

Vigie os consumos de combustível da sua frota de veículos com a localização por GPS.

Share.
Saiba mais sobre:   Combustíveis

Leave A Reply