Poucos condutores respeitam o sinal “stop”

0

A conclusão foi da Prevenção Rodoviária Portuguesa (PRP), revelando que, em média, um em cada seis condutores não respeita o sinal stop, acabando por forçar a entrada numa via onde se encontram outros veículos em circulação.

A PRP obteve estes resultados mediante dois cenários em análise:

  1. Os condutores aproximam-se do sinal e não têm carros a circular

Nesta ocasião, cerca de 15% dos 1181 condutores respeitaram o código da estrada, enquanto os restantes automobilistas abrandaram, comportando-se como se estivessem na presença de um sinal de cedência de passagem.

  1. Os condutores aproximam-se do sinal, deparando-se com veículos em circulação

Nesta circunstância, cerca de 18% dos 672 veículos observados não cederam passagem e forçaram a entrada na via, obrigando veículos com prioridade a alterar a sua marcha, reduzir a velocidade ou até mesmo parar.

Para o presidente da PRP, José Miguel Trigoso, estes comportamentos são “muito graves”, e revelam que os portugueses têm um completo desrespeito por “um dos mais importantes sinais do código da estrada”, alertando para a necessidade de “reeducar os condutores no sentido de evitar graves acidentes que podem ser causados por esta infração”.

Fonte: Jornal de Notícias (adaptado)

Vigie a atividade dos veículos da frota da sua empresa com soluções de localização por GPS.

Share.
Saiba mais sobre:   Atualidade

Leave A Reply

 

Privacy Preference Center

Estritamente Necessário

Cookies necessários para o correcto funcionamento do site.

GDPR, __stid, __unam, PHPSESSID, __cfduid

Análise Anónima

Estes cookies permitem-nos contabilizar visitas e fontes de tráfego para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Esta é uma ferramenta bastante útil, já que nos ajuda a conhecer as páginas com maior e menor popularidade, assim como a forma como os visitantes utilizam o site.

_ga, _gid, __sharethis_cookie_test__, popupally-cookie-1

Close your account?

Your account will be closed and all data will be permanently deleted and cannot be recovered. Are you sure?