PEC obriga Carris a reduzir no investimento na frota

0

A Carris vai cortar 30 por cento no investimento previsto até 2014, para um total de 64 milhões de euros, de modo a responder aos limites no endividamento das empresas do sector empresarial do Estado imposto pelo Governo. O presidente da Carris, Silva Rodrigues, afirmou que este corte no investimento “será mais visível na renovação da frota de autocarros da empresa”, que tinha previsto colocar 30 novos autocarros ao serviço.

“O investimento que estava previsto para este período era de 93 milhões de euros e passa para 64 milhões. Na frota de autocarros, o investimento previsto passa de 59 milhões de euros para 29 milhões de euros”, detalhou Silva Rodrigues.

Esta medida seria conjugada com a contratualização do serviço público, que está prevista no Programa de Estabilidade e Crescimento (PEC).

A Carris encerrou o ano de 2009 com um EBITDA (resultado antes de juros, impostos, depreciação e amortização) positivo de 6,9 milhões de euros, um valor que compara com os 21,2 milhões de euros registados no ano anterior.

No ano passado, a empresa registou um prejuízo de 41,5 milhões de euros, mais 24 milhões de euros do que em 2008.

Em 2009, viajaram nos autocarros da Carris 240,4 milhões de passageiros, uma subida de 2,6 por cento face ao ano anterior.

in Jornal i

Share.
Saiba mais sobre:   Atualidade

Leave A Reply