O que motivou três fabricantes automóveis alemãs a comprar os Nokia Here Maps?

0

A notícia da venda da divisão de mapas da Nokia, denominada Here, despertou o interesse de empresas de diversas áreas. Facebook, Uber e Apple estiveram entre os pretendentes aos mapas Here da Nokia, que acabaram por ficar nas mãos de uma “troika” alemã. Daimler, Volkswagen e BMW são as novas donas do Here e já anunciaram que não impedirão as outras empresas de continuar a recorrer aos serviços do Here. Quais serão então as grandes vantagens desta compra? O Diário Económico ajuda a perceber o que tem de tão importante a tecnologia que uniu concorrentes.

A Audi, a BMW e a Daimler (dona da Mercedes-Benz) uniram-se para comprar o Here, sistema de mapas e serviços de geolocalização da Nokia. Uma jogada de “mestre” para evitar que uma tecnologia com um papel tão importante no futuro da indústria automóvel passe para mãos alheias, principalmente, quando se fala nos carros inteligentes.
Para quem não sabe, esta tecnologia de mapas é componente essencial para o futuro do setor automóvel que, cada vez mais, aposta em carros ligados à Internet, com mais serviços de geolocalização e que vão, progressivamente, adotando funcionalidades de condução autónoma. Comprar os mapas da Nokia permite às marcas alemãs de automóveis controlarem este género de tecnologia e não depender das empresas tecnológicas. Nos últimos anos, muitas marcas de carros (entre as quais a BMW, a Mercedes e a Audi) estão a integrar em alguns modelos – ou têm planos para isso – as plataformas da Apple (o Apple Car) e do Google (o Android Car Play), criadas para permitir melhor integração de telemóveis e serviços móveis nos veículos.
A condução autónoma, que ganhou nova dimensão com a publicidade à volta do carro da Google, implica não apenas mapas de alta precisão, mas também o acesso a informação em tempo real sobre as estradas, o trânsito, as condições atmosféricas e os veículos circundantes.
As três marcas de automóveis, que compraram a Here por 2,7 mil milhões de euros e terão participações iguais na tecnológica, avançam que não pretendem influenciar as operações dos mapas Here e que vão manter os serviços abertos a outras empresas. “Com base na informação bruta partilhada, todos os fabricantes de automóveis podem oferecer aos seus clientes serviços diferenciados e específicos de cada marca”, explica o comunicado conjunto das três fabricantes alemãs.
O objetivo passa por recorrer a mapas digitais de alta precisão que serão usados em conjunto com informações em tempo real do carro para melhorar a segurança rodoviária. Uma das vantagens do serviço poderá ser cruzar dados dos travões ABS e da temperatura externa para alertar os condutores sobre a presença de gelo nas vias.

A Here emprega 6.454 pessoas e registou, no primeiro semestre de 2015, 28 milhões de euros de lucro operacional. A aquisição está à espera de aprovação regulatória e as empresas antecipam que esteja concluída nos primeiros três meses do próximo ano. Hoje, os mapas da Here são usados fora do setor automóvel, como no sistema operativo para telemóveis Windows Phone e também pelo Facebook, desde maio passado. O serviço fornece mapas e localização para cerca de 200 países em mais de 50 idiomas.

Por: Sara Piteira Mota | Fonte: Diário Económico

Melhore a gestão da sua frota com a geolocalização.

Share.
Saiba mais sobre:   Tecnologia

Leave A Reply

 

Privacy Preference Center

Estritamente Necessário

Cookies necessários para o correcto funcionamento do site.

GDPR, __stid, __unam, PHPSESSID, __cfduid

Análise Anónima

Estes cookies permitem-nos contabilizar visitas e fontes de tráfego para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Esta é uma ferramenta bastante útil, já que nos ajuda a conhecer as páginas com maior e menor popularidade, assim como a forma como os visitantes utilizam o site.

_ga, _gid, __sharethis_cookie_test__, popupally-cookie-1

Close your account?

Your account will be closed and all data will be permanently deleted and cannot be recovered. Are you sure?