Hyundai Portugal quer conquistar frotas empresariais e reforçar aposta em comerciais

0

A Hyundai Portugal tem um novo diretor de vendas e vai adotar estratégias e dinâmicas no sentido de cativar clientes empresariais, nomeadamente as gestoras de frotas. A revelação é feita numa entrevista conduzida pela Fleet Magazine ao novo diretor, Jorge Costa.

A estreia de um importador da Hyundai na zona do Porto e a aposta em modelos como o Hyundai i20 refletem a vontade da marca coreana de reforçar a presença nesse segmento do mercado português. Um estado de espírito sumarizado pelas palavras de Jorge Costa: “O novo Hyundai i20 é o primeiro rosto dessa mudança e o elemento-chave para conquistar empresas.”

O diretor adianta que o novo importador nortenho seguirá uma abordagem mais proactiva tanto através da rede de concessionários, como criando “uma dinâmica de vendas que aposta em campanhas assentes em produtos financeiros, numa maior agressividade no mercado das frotas, na exclusividade de equipas de vendas, na melhoria do programa de usados e mesmo em novos produtos e serviços na área de após-venda e peças”.

i20

O modelo “está a ser o principal impulsionador da marca no mercado europeu, sendo responsável pelo crescimento de 31% das vendas durante o primeiro trimestre de 2015.” Jorge Costa adianta que também em Portugal as expetativas para o i20 são otimistas, estimando-se que venha a representar 50% das vendas da marca em 2015.

O diretor de vendas atribui ao sucesso do modelo fatores como as dimensões, o baixo consumo, o motor 1.1 CRDi de 75 cv (um elemento “diferenciador porque neste segmento a concorrência apenas oferece motores com cilindradas maiores, com custos de manutenção e de utilização mais elevados”) e o período protegido pela garantia – “5 anos sem limite de quilómetros”.

Em estudo está a possibilidade de disponibilizar “um derivado com dois lugares”.

Novos modelos

A marca dispõe de “uma oferta alargada em todos os segmentos de passageiros” e está também, segundo Jorge Costa, “a analisar a possibilidade de voltar a disponibilizar veículos comerciais ligeiros.”

Assim, para além do i20, que tem “uma versão diesel com atributos essenciais para responder às necessidades das empresas”, há toda uma panóplia de modelos que serão brevemente colocados no mercado: “Em julho apresentaremos os novos i30 e i40, o novo Tucson está previsto para setembro e, para finalizar o ano, teremos o novo Santa Fé.”

Estratégia e objetivos

Jorge Costa explica que um dos objetivos estratégicos da marca “é a requalificação da abordagem comercial e por isso, estamos a reorganizar a nossa rede de concessionários, para garantir os nossos objetivos mas também um crescimento sustentável dos nossos parceiros.” Assim, para os próximos anos a Hyundai projeta reforçar a política comercial de frotas, aproximar-se dos clientes e criar parcerias com as gestoras de frotas.

Para o diretor de vendas são muitos os argumentos favor da marca e do sucesso das novas apostas:

  • A qualidade dos produtos e solidez a nível global – sendo o Grupo Hyundai (que abrange a marca Kia) “o quinto maior construtor mundial.”
  • A “vantagem única que se mantém há muitos anos: 5 anos de garantia sem limite de quilómetros, 5 anos de Assistência em Viagem e 5 Anos de Check-ups anuais gratuitos realizados num reparador autorizado Hyundai. Estas mais-valias são aplicáveis a toda a gama e têm um impacto muito positivo no controlo dos custos de manutenção não programados.”
  • A forte posição de que goza na Europa e no mundo, mantendo uma quota de mercado de 3,3%, sendo que a totalidade do Grupo Hyundai tem “vendas europeias superiores às dos grupos Toyota (incluindo Lexus) e Daimler (Mercedes/smart) (dados ACEA)”.

Fonte: Fleet Magazine | Fonte (imagem): hyundai.pt

Aumente a segurança dos carros da sua frota com a localização por GPS.

Share.
Saiba mais sobre:   Gestão de Frotas

Leave A Reply