Grupo Pinto Basto: Espera-se facturação de 130 milhões de euros em 2010

0

O Grupo Pinto Basto, liderado por Bruno Bobone, espera atingir em 2010 um volume de vendas na ordem dos 130 milhões de euros. Presente em Portugal, Espanha, Angola e China, a Pinto Basto, que é um dos grupos empresariais mais antigos do país, está actualmente em negociações para entrar no mercado brasileiro e da América do Sul. Em entrevista à Transportes em Revista, Bruno Bobone, presidente do grupo, revelou que «em 2010 esperamos atingir uma facturação na ordem dos 130 milhões de euros ao nível dos negócios tradicionais. Mas como o parque de contentores e a empresa de camionagem vão arrancar, em Angola, esperamos atingir uma facturação de cerca de 340 milhões de euros».

Estes dois investimentos, o primeiro realizado com a MSC Angola e uma empresa local e o segundo em parceria com Hipólito Pires e também com uma empresa angolana, servirão de apoio à actividade já desenvolvida pelo grupo em Angola, onde está presente desde 2002. Há cerca de dez anos, que o Grupo Pinto Basto decidiu apostar numa política de internacionalização, uma estratégia que, segundo Bruno Bobone, «é para continuar». Os mercados em análise pelo grupo são «o Brasil e América Latina. Estamos neste momento a tentar encontrar um parceiro para entrar nestes mercados. Actualmente é a prioridade. Normalmente quando entramos num país é sempre através da área logística».

Nesta entrevista, em destaque no próximo número da Transportes em Revista, Bruno Bobone refere que o grupo irá também continuar a apostar em outras áreas de negócio, para além das actividades ligadas ao sector dos transportes, como a área financeira e negócios mais ligados ao consumidor.
in Transportes em Revista

Share.
Saiba mais sobre:   Atualidade

Leave A Reply