Gestão de frotas como solução para as PME

0

O renting é uma oferta integrada de serviços que tem por base o aluguer operacional de um veículo novo durante um determinado prazo ou quilometragem e mediante o pagamento de uma renda.

Uma das principais vantagens do renting, quer seja para as PME como para as organizações de maior dimensão, explica António Oliveira Martins, vice-presidente da Associação Portuguesa de Leasing, Factoring e Renting (ALF) com o pelouro do Renting, “é a redução de custos que, dada a situação mais atribulada do ponto de vista económico e financeiro, se torna numa mais-valia de grande peso“.

O renting, acrescenta, permite beneficiar de economias de escala e de um maior controlo de intervenções nas viaturas e respectivos custos associados. “Recorrendo a este produto, as PME podem concentrar todos os seus recursos na sua actividade principal, deixando as frotas de consumir tantos recursos“, sublinha.

O recurso ao renting permite ainda, segundo este responsável, “uma grande poupança nos serviços de apoio à gestão, uma vez que as empresas passam igualmente a beneficiar de serviços profissionais e especializados de aconselhamento fiscal, contabilístico, entre outros, úteis para o negócio, que, se optasse por uma frota própria, teriam de ser contratualizados separadamente, originando assim custos adicionais”.

Os contratos de renting prevêem a substituição de veículos no final de um prazo, que pode ir de 12 a 54 meses ou ao ser atingido um número de quilómetros previamente estabelecido. Por este facto, explica António Oliveira Martins, “as PME não terão de preocupar-se com a desvalorização das suas viaturas, mantendo uma frota sempre actual e operacional, o que nem sempre é possível com uma frota própria, com os veículos sujeitos ao envelhecimento e obrigatória troca”.

Actualmente, as gestoras de frotas disponibilizam aos seus clientes aplicações online com recurso às mais modernas tecnologias, permitindo um acompanhamento mais eficiente da sua frota e consequentes reduções de custos.

António Oliveira Martins diz também que, através de programas “amigos do ambiente”, as PME conseguem implementar uma gestão mais eficiente e ecológica da sua frota automóvel, identificando oportunidades para redução de emissões poluentes, assim como melhorar a eficiência e respectivos consumos de combustível dos veículos.

No âmbito dos contratos de renting, acrescenta, é também disponibilizado um apoio permanente (24h/dia) aos clientes, para além do serviço possibilitar que as intervenções de manutenção e outras sejam escrutinadas pelos seus técnicos especializados e que as respectivas facturas sejam conferidas de uma forma muito cuidada. Deste modo, são evitados custos com sobrefacturação ou com facturação de intervenções desnecessárias.

O Renting está preparado e trata de qualquer tipo de veículo de uma forma profissional, incluindo as viaturas “amigas do ambiente”, ou seja, as soluções existentes são as necessárias para responder às especificidades da frota do cliente, independentemente de se tratar de carros de passageiros ou comerciais. Existe pouca diferença na gestão de diferentes tipos de viaturas, sendo mais importante a intensidade de utilização da viatura.

Importa realçar que as Rentings possuem uma vasta capacidade e experiência para lidar com a gestão de frotas comerciais nas suas mais diversas formas e objectivos, gerindo já este sector mais de cem mil viaturas.

Os desafios

É impossível fugir às consequências que, desde finais de 2008, a crise económica começou a ter no País, salienta António Oliveira Martins. Esta foi uma situação nova para as empresas, dado que o sector do Renting tem crescido a taxas bastante elevadas, que não se verificaram em 2009.

Mas, segundo o feedback que a ALF tem recebido por parte das suas associadas, este período tem contribuído para um maior amadurecimento do sector e a uma maior profissionalização dos operadores na procura de soluções adaptadas às necessidades de cada empresa e com mais serviços de valor acrescentado para o negócio dos clientes.

“Pensamos que o pior já terá passado e as empresas podem contar com Rentings mais fortes e sólidas e mais cientes das necessidades dos seus clientes”, conclui o presidente da ALF.

in PME News, Oje

Share.
Saiba mais sobre:   Artigos, Gestão de Frotas

Leave A Reply