Factors: Administração Pública já representa 38% dos adiantamentos em Portugal

0

A Associação Portuguesa de Leasing, Factoring e Renting (ALF) as “factors” nacionais acumularam um total de 12,9 mil milhões de euros em facturas cedidas no primeiro semestre deste ano.

Segundo dados divulgados pela ALF, o “factoring” doméstico atingiu os 8,7 mil milhões de euros, um crescimento registado face aos 7,2 mil milhões que alcançou neste mesmo período em 2009. Já no “factoring” internacional (importação e exportação) foram tomados créditos no valor de 737 milhões de euros, outro aumento face ao registado no ano passado: 722 milhões de euros.

A ALF realça que as empresas fornecedoras do sector público representavam 38,1% dos adiantamentos de facturas por parte das empresas de “factoring”, com 20% para colmatar dívidas das autarquias e regiões autónomas, 9,5% para dívidas na área da saúde e 8,6% para as facturas em dívida pela administração central, excluindo-se a área da saúde.

Já os restantes 61,9% da verba do “factoring” nacional acabaram por cobrir facturas oriundas de fornecimentos a entidades privadas e entidades públicas empresariais.

in Jornal de Negócios

Share.
Saiba mais sobre:   Atualidade

Leave A Reply

 

Privacy Preference Center

Estritamente Necessário

Cookies necessários para o correcto funcionamento do site.

GDPR, __stid, __unam, PHPSESSID, __cfduid

Análise Anónima

Estes cookies permitem-nos contabilizar visitas e fontes de tráfego para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Esta é uma ferramenta bastante útil, já que nos ajuda a conhecer as páginas com maior e menor popularidade, assim como a forma como os visitantes utilizam o site.

_ga, _gid, __sharethis_cookie_test__, popupally-cookie-1

Close your account?

Your account will be closed and all data will be permanently deleted and cannot be recovered. Are you sure?