Empresas querem carros “verdes” nas suas frotas

0

Uma em cada quatro empresas portuguesas pretende ter, pelo menos, um automóvel “verde” na sua frota até 2013, revela um estudo do Barómetro do Observatório dos Veículos de Empresa (CVO) 2010, realizado em catorze países.

A par da aposta ecológica, o Barómetro CVO 2010 concluiu que os decisores portugueses querem promover o “car pooling” (partilha de viagens) e o “car sharing” (aluguer por curtos períodos de tempo) nas suas empresas.

A poupança no consumo de combustível foi a principal medida levada a cabo pelas empresas para cortar custos, mas apesar da crise económica, 42 por cento das empresas nacionais não vão mudar a sua política de gestão de frotas.

Também as medidas do governo afetam pouco as decisões dos gestores de frotas, com 73 por cento das empresas a declararem que não foram influenciadas pelas resoluções governamentais, segundo o estudo.

Quanto ao método de financiamento, metade das empresas continua a preferir o aluguer financeiro, enquanto apenas cinco por cento recorrem ao aluguer operacional.

Segundo o estudo, a duração média da frota de veículos comerciais é de 42 meses em Portugal (77 no resto da Europa) e a de carros pessoais de 43 meses (63 no resto da Europa).

Os dados foram recolhidos entre janeiro e março de 2009 através de 3370 entrevistas telefónicas a responsáveis de empresas de diferentes dimensões, tendo sido ouvidos 300 funcionários em Portugal.

O estudo foi elaborado pela Arval, do grupo bancário francês BNP Paribas e pela empresa de estudos de mercado TNS.

in Jornal i

Share.
Saiba mais sobre:   Atualidade, Frotas amigas do ambiente

Leave A Reply