Como reduzir gastos em combustível quando o preço aumenta?

4

 

Sempre que o combustível aumenta de preço, os gestores de frota têm tendência a aplicar estratégias que resultaram no passado. Enviar aos motoristas da frota antigos e-mails e newsletters, sobre as virtudes de técnicas como o controlo do estado dos pneus, de abastecer em pequenas gasolineiras em vez das marcas mais populares, de preferir a gasolina sem chumbo à gasolina com aditivos, entre outros.

No entanto, existem estratégias que os gestores de frota podem aplicar, tanto hoje como no futuro, que permitem poupar combustível numa base regular. Uma das estratégias mais simples, que muitas vezes é ignorada, consiste em escolher os veículos consoante o tipo de serviço. Muitas vezes, as empresas adquirem veículos sem considerar as rotas, os negócios e o serviço a realizar, o que causa despesas desnecessárias à empresa, e compromete o lucro. Por exemplo, uma empresa de correio expresso provavelmente não necessita de uma frota de camiões, podendo investir em veículos comerciais, que são consideravelmente menos dispendiosos.

Outra forma de poupar combustível é controlo constante dos gastos em combustível. O gestor de frota deve comparar as rotas realizadas ao combustível consumido e verificar se foram efectuados roubos ou mau uso do mesmo. Desta forma, pode saber se os seus colaboradores têm um mau comportamento ao volante, ou se estão a desviar o combustível da empresa para uso pessoal.

De facto, é importante avaliar o consumo de combustível por quilómetro, de forma a conhecer a média de consumo de cada veículo e detectar anomalias. Veículos com um elevado consumo de combustível por quilómetro podem revelar mau uso ou desvio para fins pessoais.

Leia mais sobre estratégias de redução de gastos em combustível

Apostar em motores de 6 cilindros em vez de 4 cilindros também é uma boa estratégia. A poupança de combustível dos motores de 4 cilindros em relação aos de 6 cilindros é insignificante, e são desvalorizados na revenda.

O gestor de frotas deve, ainda, analisar periodicamente as rotas realizadas, tentando optimizá-las sempre que possível, e eliminar as rotas mais dispendiosas. Os sistemas de Gestão de Frotas via GPSsão óptimas ferramentas para esse efeito.

Por fim, aconselha-se ainda a preferir motores a gasóleo aos motores a gasolina. Os motores a gasóleo promovem uma maior poupança, comparativamente aos motores a gasolina.

in Fleet Administration News

Share.
Saiba mais sobre:   Artigos, Gestão de Frotas

Privacy Preference Center

Estritamente Necessário

Cookies necessários para o correcto funcionamento do site.

GDPR, __stid, __unam, PHPSESSID, __cfduid

Análise Anónima

Estes cookies permitem-nos contabilizar visitas e fontes de tráfego para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Esta é uma ferramenta bastante útil, já que nos ajuda a conhecer as páginas com maior e menor popularidade, assim como a forma como os visitantes utilizam o site.

_ga, _gid, __sharethis_cookie_test__, popupally-cookie-1

Close your account?

Your account will be closed and all data will be permanently deleted and cannot be recovered. Are you sure?