Como adquirir eco-frotas em Portugal?

1

Actualmente, já existem no mercado veículos híbridos e eléctricos, opções viáveis para empresas que pretendam reduzir na factura de combustível da sua frota. Uma vez que os veículos eléctricos ainda não chegaram ao mercado português, abordaremos os híbridos já disponíveis no nosso país.

Híbridos

Os automóveis híbridos são, actualmente, o compromisso possível entre a mobilidade e o ambiente, uma vez que reduzem bastante as emissões e os consumos e permitem uma mobilidade sem grandes preocupações. O motor eléctrico pode ajudar o motor de combustão em caso de necessidade de maior potência, ou os dois motores podem trabalhar em simultâneo. São sete os modelos híbridos comercializados em Portugal:

Lexus GS 450h: Esta versão da Lexus da Toyota é alimentada por um motor V6 de 3,5 litros. A este alia-se o motor eléctrico, que impele o veículo no arranque e a baixas velocidades. Com uma potência combinada de 345 cv, este Lexus consome, em ciclo misto, 7,9 l/100 km de gasolina, sendo as emissões de CO2 de 186 g/km.

Lexus LS 600h: O mais requintado modelo da gama híbrida da Lexus é movido por um V8 de 5,0 litros, que funciona em conjunto com um motor eléctrico, para uma potência combinada de 445 cv, transmitida às quatro rodas através de um sistema 4×4 com diferencial central Torsen. Em termos de performances, anuncia um consumo misto de 9,3 l/100 km e emissões de CO2 de 219 g/km.

Lexus RX 450h: O primeiro crossover híbrido do mundo permite o funcionamento apenas com os seus dois motores eléctricos. Mas conta também com um V6 de 3,5 litros, para uma potência combinada de 299 cv. Consome uma média de 6,3 l/100 km, emitindo 148 g/km de CO2.

Honda Civic Hybrid: O Civic Híbrido usa os préstimos de um bloco eléctrico e de um motor a gasolina 1.3 de 95 cv. O consumo médio é de 4,3 l/100 km e as emissões, no mesmo ciclo, não vão além dos 109 g/km.

Honda Insight: No Insight, o mais recente membro da gama híbrida da Honda, o motor eléctrico de 14 cv junta-se a um a gasolina de 88 cv. Para ajudar os condutores, conta com o sistema Econ, que altera as características do automóvel para uma condução mais eficiente, e com o sistema Eco Assit, que mede as prestações do condutor para a obtenção de performances mais ecológicas. Consumos de 4,6 l/100 km e emissões de 105 g/km.

Mercedes S 400 Hybrid: A Mercedes também entrou no negócio híbrido com a introdução do S 400 Hybrid, já homologado em Portugal como híbrido. É movido por um motor 5.0 de 279 cv e por um eléctrico de 20 cv. O consumo médio é de 7,9 l/100 km em ciclo misto e emissões de CO2 de 186 g/km.

Toyota Prius: A sua quarta geração chegou a Portugal em Setembro. Passa a usar um bloco de 1,8 litros a gasolina, aumenta a potência em 22% e cai de 104 g/km de emissões de CO2 para 89 g/km, uma descida de cerca de 14%. Os consumos também são menores, anunciando a marca 3,9 l/km em ciclo misto. Uma das grandes novidades é a introdução de um tejadilho com células fotovoltaicas para alimentar o sistema de refrigeração.

BMW Série 7 Active Hybrid e X6 Active Hybrid: Ambos contam com os préstimos de um V8 de 400 cv e de um motor eléctrico de 20 cv integrado na transmissão. Também deverá chegar ao mercado do Velho continente em finais deste ano o Porsche Cayenne Hybrid, que será alimentado por um motor 3.6 V6 de injecção directa e promete consumos de 9,8 l/100 km.

Eco-frotas para reduzir custos

in Suplemento Gestão de Frotas, Revista Automotor

Share.
Saiba mais sobre:   Frotas amigas do ambiente