Camionistas portugueses conseguiram contornar greve

0

A greve geral de ontem em Espanha obrigou ao cancelamento de 24 voos da TAP, mas foi contornada pelos transportes pesados de mercadorias, que optaram por adiar viagens ou redefinir rotas para não atravessar os pontos de maior tensão.

“Houve alguns atrasos e tentativas pontuais de parar alguns camiões portugueses, mas as situações foram rapidamente ultrapassadas”, revelou ao Correio da Manhã António Mouzinho, dirigente da Associação Nacional dos Transportes de Mercadorias (ANTRAM).

O responsável adiantou que a maioria das empresas se precaveu para não ter de atravessar Espanha durante o dia de ontem, até porque cada dia de paragem de um camião tem um custo que ronda os 750 euros.

O transporte aéreo de e para a vizinha Espanha foi mais prejudicado, tendo levado ao cancelamento de 12 partidas e de 12 chegadas de voos da TAP.

A sétima greve geral em Espanha teve, segundo os sindicatos, uma adesão da ordem dos 70% (ou dez milhões) e provocou bloqueios nos mercados abastecedores das principais cidades.

Em Madrid, foram efectuadas algumas detenções, mas foi Barcelona que viveu os piores distúrbios. Na tentativa de controlar a situação, a polícia disparou balas de borracha, ao que os manifestantes responderam atirando pedras.

in Correio da Manhã

Share.
Saiba mais sobre:   Atualidade

Leave A Reply