Camionistas: patrões e trabalhadores divididos sobre protesto

0

O sector dos transportes de mercadorias não está sintonizado quanto ao protesto que ontem a Associação Nacional das Transportadoras Portuguesas (ANTP) começou a levar a cabo.

Os mais incomodados eram os sindicatos, que ontem reclamaram que a paralisação era “ilegal” e afirmaram, em declarações ao Negócios, estar a ser “usados” pelos patrões que queriam “alterações no código do trabalho” que seriam prejudiciais aos trabalhadores. A Federação dos Trabalhadores dos Transportes e Comunicações (Fectrans) recomendou aos trabalhadores que não aderissem ao movimento.

in Jornal de Negócios

Share.
Saiba mais sobre:   Atualidade

Leave A Reply