Camionistas: Paralisação pode ser desconvocada

0

A Associação Nacional das Transportadoras Portuguesas só hoje, após a conclusão da reunião no Ministério das Obras Públicas, irá decidir se mantém ou desconvoca a paralisação dos camionistas marcada para a próxima segunda-feira.

Segundo o anúncio feito pelo presidente da ANTP, Silvino Lopes, após a reunião da passada terça-feira com representantes governamentais, só esta tarde será tomada uma decisão depois de concluídas as negociações com o Ministério das Obras Públicas.

A Associação Nacional das Transportadoras Portuguesas (ANTP) considerou, na quarta-feira, positiva a marcha lenta de três dias por parte dos camionistas, ao conseguir sensibilizar o Governo para analisar e resolver os problemas do sector.

O presidente da ANTP, Silvino Lopes, disse à agência Lusa que “houve uma adesão significativa dos camionistas” entre segunda-feira e quarta-feira à iniciativa “Portugal a 40”, em que os camiões circularam a 40 quilómetros/hora.

Numa acção mais concertada, os camionistas seguiram na terça-feira em marcha lenta na auto-estrada A1 desde o Carregado até Lisboa entre as 07:30 e as 10:00.

Houve necessidade de intervenção policial para desanuviar o tráfego que juntou mais de 200 camiões“, disse o dirigente para exemplificar a adesão do sector ao protesto.

Nos três dias, “muitos transportadores aderiram à marcha lenta e muitas mercadorias que deveriam chegar às 8:00 ou às 09:00 só chegaram às 10:00 ou às 11:00“, sublinhou.

Recorde-se que as transportadoras reivindicam a descida do preço do gasóleo em oito cêntimos, querem alterações ao código do trabalho, rejeitam também o pagamento de portagens nas SCUT e exigem um desconto de 13% nas restantes auto-estradas.

No final da reunião da passada terça-feira, Silvino Lopes não especificou as questões que tinham sido tratadas na reunião que durou cerca de três horas com os representantes do executivo que mostraram abertura para tratar de “matéria sensível ao sector”.

in RTP/Diário IOL

Share.
Saiba mais sobre:   Atualidade

Leave A Reply